segunda-feira, 17 de novembro de 2008

Redundância

Não contesto as boas intenções, nem o fundamento da cruzada em prol da Saúde. Apenas impugno o calendário evocativo. Então, depois de banimentos e ASAE´s conjugados, o Dia Nacional do Não-Fumador não é qualquer dia do ano? Olha só se vamos criar o Dia do Homem com Nariz!

20 comentários:

Marie Tourvel disse...

Ando ausente, distraída. Mas estou por aqui agora devorando cada post seu para aprender. :)
Passo mesmo neste post para lhe mandar um beijo e um abraço.

Paulo Cunha Porto disse...

Querida Marie,
não deixe que as circunstâncias menos desejáveis A distraiam A perda de concentração só é merecedora se for por motivos que enformem valores mais altos.
E passe sempre, que aqui talvez... se distraia. (Irra, que o sujeito é presumido, heim?)
Beijinho

Mialgia de Esforço disse...

Palhaçada! Mais um "Dia do Apaziguamento das Consciências Pesadas".

Vou ali fumar um cigarro e já volto!

Abraço.

Paulo Cunha Porto disse...

Olha o Grande Mialgia! Já estava desolado com a ausência!
É isso mesmo; e o facto de o dia ser nacional e não mundial, mais faz estranhar, nestes tempos de tirania socrática...
Abraço, feliz da vida pelo Regresso

Mialgia de Esforço disse...

Uns diazitos fora e a minha ausência é notada?

I'm flattered!

Abraço.

Paulo Cunha Porto disse...

O Amigo Mialgia é a Alma deste buraco.
Espero que tenha aproveitado bem.
Abraço

Margarida Pereira disse...

O MdE gosta de afagos no ego...
Eu convido-o para o five o'clock tea, mas ele esquiva-se...
Trazei chaperon, por quem sois...
;)

Mialgia de Esforço disse...

Quem não gosta?

Vá lá ver sff. que já respondi afirmativamente ao convite.

Do I need a chaperon?

Margarida Pereira disse...

You can never be too cautious...
;)

LADY-BIRD, ANTITABÁGIKA, FÃ DO JOMI LOL E JÁ AGORA DO NOSSO AMIGO ANTI-TECNOLOGIAS: MARCHANTE (se não existisse tinham que o inventar) disse...

Já deve ter perebido pelo meu nick, que sou anti-tabaco...
Oh Paulo, este dia já existia antes dos banimentos e da ASAE acordar para a realidade...
E realmente devia ser todos os dias...

Beijinhos

ana v. disse...

Não tenho paciência nenhuma para estes "dias de", e para este muito menos. Não vou "ali fumar um cigarro e já volto" mas tenho pena, e desejo muito prazer a quem vai. Bom proveito, Mialgia (e quando conseguir deixe de fumar, que isso é muito bom mas faz mal que se farta...)!

Mialgia de Esforço disse...

Pronto, já sei que quando for desta para outra (não sei se melhor) provavelmente não irei cheio de saúde...

Não sou fumador de quantidades industriais e julgo que consigo deixar de (já aconteceu antes, mas tive uma recaída...). Só que nesta fase do campeonato não estou para aí predisposto. E os meus exames médicos são de fazer inveja a muito não-fumador (é verdade!).

Patti disse...

Deixei de fumar há um ano e meio e era dos melhores prazeres que tinha na vida.
Vida que quis perdurar.
Mas custou muito e ainda sonho com eles.

Está ali, o maço de SG Lights com os mesmos catorze cigarros, que ficaram lá dentro naquele dia.
Não gosto de cortes abruptos.

Gi disse...

Este dia já existe há alguns anos, Paulo;
Agora que o dia do Homem com Nariz deveria passar a ser comemorado é mais que certo.
O meu marido, desde que deixou de fumar, está bem mais sensível aos cheiros... principalmente do cigarro.;)

Paulo Cunha Porto disse...

Bem espero que os Meninos Maggie e Mialgia não estejam a pensar em mim para o cargo...

Querida Joaninha Militante e Juramentada Inimiga do Fumo,
pois, mas com o Império da ASAE e da proscrição dos fumadores, o dia perdeu a pouca razão que pudesse ter...

Querida Ana,
pois é, ainda pior quando atiram uma parte da população contra a outra, como seria o caso deste, se alguém lhe ligasse.

Meu Caro Mialgia,
ainda bem, eu sou contra estas perseguições disparatadas, mas não fumo e gosto de pensar os Amigos livres de riscos. Perante un Dragão, temi que puxasse muito mais fumaças...

Querida Patti,
admiro muito a capacidade de cortar de um momento para o outro. Vejo cada sofrimento por aí... Ao contrário do meu Pai que, no dia em que fez 60 anos decidiu não fumar mais e não tornou a pegar num cigarro, quando, até aí, fumava dois maços por dia. E sem engordar!

Querida Gi,
ehehehehe, grande relação! Mas aqui entre nós há outra possível - a de os autores da ideia para esta efeméride quererem com ela, por essa via, comemorarem um dia seu, afinal tomar partido dessa maneira é meter o nariz onde não é chamado.
Beijinhos e abraço

ariel disse...

Querido Paulo parece que estou sempre aqui no contra :) mas nestas coisas do cigarrito tornei-me intolerante, confesso. Nem de propósito, ía eu ao fim da tarde para o ioga alí na Parede, quando vejo uma mãezinha que tinha ído buscar a criança ao ginásio, dentro do carro, cigarro na boca, vidros fechados e a criança lá dentro. Dá vontade de quê? É melhor eu não exteriorizar o que me vai na alma, porque senão o Paulo ainda pensa que sou ou caso perdido...:)

ana v. disse...

Mialgia, não se iluda... o prazer é directamente proporcional aos danos. Mas não é assim quase sempre? Um dia deixará de vez, mas só quando "estiver para aí virado". No meu caso foi há 8 anos, de um dia para o outro e sem "bengalas", mas ainda hoje me lembro de como era bom... (agora já sem sofrimento, felizmente!)

Paulo Cunha Porto disse...

Querida Ariel,
mas aí podia contratar-me como jagunço!
Eu falava de não proibir entre adultos, porque os tão apregoados fumadores passivos têm vontadinha suficiente para fugir dos ambientes viciados.
Nem acredito que essa pessoa fosse mãe, devia ser raptora e já ter recebido o resgate.
Beijinho

hi disse...

Mais acima parece que se alude ao dia da dança e não me pareceu ler nenhum comentário a distanciar-se dessa efeméride; e o dia da música, etc, etc.
Não sou especialmente contra ou a favor do «dia de...» mas que mal tem designar-se este ou aqueleoutro para lembrar isto ou aquilo? confesso que não consigo entender a aversão, por exemplo, ao dia da mulher; da mulher, do pai, da criança, etc. são dias apenas evocativos (alguns de certas memórias, outros de factos bens presentes) e não vejo que mal venha o mundo de serem assinalados. Todos os dias não têm o seu santo?

Paulo Cunha Porto disse...

Querida Hi,
não, eu aludia ao dia da Lua que há todas as semanas, pois tal é a significação de Lunes, Lundi, Monday, para a nossa Segunda-Feira.
Quanto aos dias nacionais e mundiais, parece-me um pouquinho diferente celebrar a data da Morte de um Ser com biografia (ou o nascimento, no raro caso de S. João Baptista), de uma entidade abstracta, por muito agradável que nos possa ser.
Beijinho