segunda-feira, 10 de novembro de 2008

Aquém dos Bugalhos

Eis que a Ciência vem em socorro da magia. Depois de o alho ser tido como protecção contra maus olhados e feitiços, vem-se muito experimentalmente a descobrir que é dos mais eficazes produtos de beleza, sendo aplicações dele o ideal para combater o grande terror da adolescência, que dá pelo nome de Acne, como o da maturidade, a queda do cabelo. Já que no fundo de cada espírito feminino se pode desenraizar a ideia de a fealdade ser consequência de bruxedo, tende-se uma vez mais a louvar a intuição que antecipa a realidade. Mas há um problema: para combater aquele cheiro, permanentemente perceptível a breve trecho, as molas de roupa no nariz tornar-se-ão incómodas. Haverá que recorrer a máscaras anti-gás. E como poderá então funcionar a apreensão estética?!

14 comentários:

Ka disse...

Caro Paulo,

Eu sou suspeita a falar das virtudes do alho pois adoro alho! Um cogumelhos salteados em azeite e alho são divinais!!!

Agora um dos segredos para diminuir o cheiro e do alho é retirar a parte central e verá que diminui substancialmente :)

Beijinho

Paulo Cunha Porto disse...

Querida Ka,
também gosto muito e não por razões medicinais, embora todos os homens o devessem comer, para combater as propensões a maleitas num certo músculo que causa muita preocupação.
Sabia desse truque, realmente, mas outras Amigas minhas, mesmo havendo recorrido a ele, parece terem radar que o detecte. E com o responso susequente.
Beijinho

ariel disse...

Querido Paulo, hoje o dia foi extenuante, talvez devido a facto de ter retomado o trabalho após uns diazinhos de molho. Mas finalmente descobri a razão da minha beleza que a todos encanta :) - é do alho! Não há cozinhado em minha casa em que ele não entre. Seco, às lascas, moído misturado com especiarias, com pinta e fresco.:)O arroz basmati frito em azeite e alho antes de acrescentar água, fica divinal. Já no esparguete, é depois de cozido al dente salteado em azeite e alho, é de chorar por mais.:)E tenho uma receita de perna de borrego lardeada com alho, a quem um amigo que detesta borrego, e diz que o lhe detecta o cheiro à distância, comeu a borreguinho todo contentinho, e nem queria acreditar que o tinha comido quando maliciosamente lho revelei :)
Pronto para além da beleza também sou boa cozinheira...:))))

Um beijinho

Luísa disse...

É um problema, Paulo. Porque a estética, aplicada à pessoa humana, envolve, sem dúvida, os cinco – ou, se calhar, os seis… - sentidos. Talvez cozinhá-lo – como propõe a Ariel – seja a solução. Embora os entendidos costumem dizer que só em cru as matérias-primas mantêm as suas qualidades… :-)

filomeno2006 disse...

Famosas "pilulas de alho" lusas para la longevidad......
Por cierto, "bugalho" = ¿fruto do carvalho?
Ab.

Mialgia de Esforço disse...

Desconhecia mais essa valência do alho relativa ao reforço muscular. E seu gosto de alho. Bué!!!

Abraço.

Mialgia de Esforço disse...

Correcção: E se eu gosto de alho!

Gi disse...

Lá ficaremos a saber o cheiro a cara***, não muito diferente dos outros cheiros, odores e fedores. Habituamo-nos a tudo, até às burkas.

Paulo Cunha Porto disse...

Querida Ariel,
antes do mais, congratulo-me com a recuperação, apesar de um dia extenuante poder não enformar a melhor modalidade comemorativa. Depois... fiquei com água na boca! Também gosto muito de alho, apesar de estar ciente de que não sou nem serei uma beleza de hortaliça. No fim de contas o vegetal ajuda, mas não faz milagres.
E aguado fiquei também por conhecê-La: estamos perante uma Fonte de Virtudes, nada de que não se desconfiasse.

E, Querida Luísa, na parte dos tratamentos cutâneos? Não me parece que as propriedades aguentassem a ida ao lume, a esse lume...

Meu Caro Filomeno,
remete mais para uma corrupção dele, uma seiva resultante da acção de bicharada que põe ovos no fruto. Mas o título era uma brincadeira com o adácgo "falo-te em alhos, respondes-me em bugalhos", para referir réplicas que nada têm a ver com o que se pergunta ou propõe.

Meu Caro Mialgia,
diz que é remédio santo e prevenção ainda mais forte! Á cautela, nunca dispenso a ingestão dos que temperam as carnes, cá por casa. E, depois, gosto do sabor, junta-se o útil ao agradável.

Ehehehe, Querida Gi, claro que Se refere à fragrância emanada dos tratamentos faciais que esta descoberta fomentará...
Credo, na nossa sociedade deveria dar um jeitão, o beijinho de duas máscaras anti-gás! Muito pior do que a imaginação clássica de duas tartarugas a fazer amor, afinal as carapaças talvez sejam apelativas, para elas, é o respectivo natural...
Beijinhos e abraço

LADY-BIRD, ANTITABÁGIKA, FÃ DO JOMI LOL E JÁ AGORA DO NOSSO AMIGO ANTI-TECNOLOGIAS: MARCHANTE (se não existisse tinham que o inventar) disse...

Caro Paulo, sempre ouvi falar nas propriedades do alho...aliás cá em casa são adeptos de comê-lo cru, inclusivé em jejum...
Cru mantém todas as suas propriedades intactas...
Eu cru não consigo, mas cozinhado não resisto... sai umas gambas a la gillo!
Beijinhos

filomeno2006 disse...

¿Gambas al ajillo? ¡Oído cocina....!

Paulo Cunha Porto disse...

Querida Lady Bird,
fê-la bonita! O Amigo Filomeno ouviu o apelo do fogão!
Beijinho e abraço ao Esfomeado

ana v. disse...

Alho e coentros ficam bem em tudo... excepto nos ovos moles!
Bjs

Paulo Cunha Porto disse...

Estás Danadinha para juntá-lo aos objectos de arremesso contra a MLR, então...
Beijinho