quarta-feira, 5 de novembro de 2008

Fuga Com Fim

O Labirinto-Ampulheta, de Pascale Hulin
Que estatuto restará ao homem que tenta furtar-se à opressiva sujeição à passagem do tempo, obrigado a reconhecer que tem de ser ele a desviar o olhar, sob pena da insuportabilidade da força magnética da voragem em que a permanente corrida do fluir ameaça tornar-se? Avestruz platónica esta, encarnada por tantos que pensam que transigindo em não fitar o redemoinho ameaçador, se conseguem por a salvo das marcas que a imersão nele forçosamente deixa.
Ao ponto de a deliberada fixação em não contemplar o fim galopando em direcção a si acelerar a leitura do Passado, de modo a não perdermos a imagem do que se era, em vez de premir a tecla da camera lenta, em que a recordação incide sobre o que amámos e funciona mais eficazmente contra o desgaste último do medo.
Só no convívio com os resíduos do que nos foi querido podemos sobreviver, o receio é o princípio de todos os apagamentos, que nos deixa mortos, sem notificação formal.

De Octavio Uña Juarez,

La mirada del tiempo es un gran ojo
de buey nunca cerrado y en constante luna
a mi casa
Guiños, agujeros
de adobe le remiten mi pena
(Si miro frente al Tiempo, me devora)
Reduzco mis cuaresmas de luz,
desaparezco.
Me tunde con la vara de marfil
de su mirar.
Siento su peso.
Se me ausenta el aire
Enciende ya mis huesos y los quiere amarillos,
Me embarco a la región de mis silencios,
huyo.
Mirada de reptil que me recorre:
ni soles,
ni color,
ni espacios del recuerdo.
Yo?
Un vivo sin medida de la muerte,
un muerto al que el olvido vivo lleva?



A segunda imagem é Nostalgia em Slow Motion, de Rafa Oblinski

28 comentários:

Margarida Pereira disse...

Mialgia em slow motion?
Também acho...

Paulo Cunha Porto disse...

Olhe que Ele vai cobrar-Lhe a ruptura dessa corda...
Beijinho, Querida Maggie

Margarida Pereira disse...

Vai nada! Fica é contentinho por eu gostar que ele apareça 'chez moi' e dê ar da sua graça.
Que ele sabe que eu gosto.
Muito.
Isto vai é deixá-lo todo ufano.
Se não, não percebo nada de homens...

Paulo Cunha Porto disse...

A cobrança de que falava era nessa linha, claro.
E ainda bem que tirou essa especialização, Querida Amiga.
Beijinho

Mialgia de Esforço disse...

Tenho dias assim, caro Paulo, tenho dias...e a introspecção pós um bom repasto não é o meu forte.

Espirituosa a Menina. E também pretensiosa, Miss-Know-It-All :-))

Margarida Pereira disse...

Miss-Know-More-Than-She-Wanted really... :(

... 'bom repasto'?! em dias de semana?
Ai! Quisera eu, que ele são só cenourinhas e maçãzinhas roidas à pressa e umas barritas 'energéticas-para-enganar-tontos' e assim...
E cafés...
Já vi que o nosso Mialgia é um burguês...
"Vidaça", hã!
...E então, não 'discutimos' as virtudes de Omaha Beach?! :))

Once disse...

"Só no convívio com os resíduos do que nos foi querido podemos sobreviver" .. posso ficar com esta?

Verdadeiro poeta Meu Amigo .. e certeiro, as usual.

Ka disse...

Um bocado a despropósito mas resultado de uma rapida associação de ideias:

Después de un tiempo,
uno aprende la sutil diferencia
entre sostener una mano
y encadenar un alma,
y uno aprende
que el amor no significa acostarse
y una compañía no significa seguridad
y uno empieza a aprender...
Que los besos no son contratos
y los regalos no son promesas
y uno empieza a aceptar sus derrotas
con la cabeza alta y los ojos abiertos
y uno aprende a construir
todos sus caminos en el hoy,
porque el terreno del mañana
es demasiado inseguro para planes...
y los futuros tienen una forma de caerse
en la mitad.
Y después de un tiempo
uno aprende que si es demasiado,
hasta el calorcito del sol quema.
Así que uno planta su propio jardín
y decora su propia alma,
en lugar de esperar a que alguien le traiga flores.
Y uno aprende que realmente puede aguantar,
que uno realmente es fuerte,
que uno realmente vale,
y uno aprende y aprende...
y con cada día uno aprende

(Jorge Luis Borges) Y uno Aprende

De facto é com a ajuda do tempo que vamos aprendendo...

Beijinho

Ka disse...

ahahahah
Só agora li a Margarida!!

Como eu a percebo com as cenouras, maçãs e afins!!!!
E cafés claro :P

Mialgia de Esforço disse...

Se uma singela feijoada na tasca do Manel faz de mim um burguês, então seja! Resolvi atafulhar-me já a prever uma enorme falta de apetite para o jantar, derivado (adoro quando as pessoas dizem isto) de um muito provável "traumatismo ucraniano" ( o Paulo saberá, certamente, a que me refiro). Amanhã derreto as calorias.

E à Menina só lhe faz bem uma alimentação regrada e pouco onerosa. Todos os sacrifícios não são demais em prol da bicharada. Muito bem!

Já estou careca de comentar a vitória de Obama Beach. Escapou alguma coisa?

João Távora disse...

Viva Paulo! Só para te alertar que te enviei um e mail. Abraço

Margarida Pereira disse...

Nã, Mialgia dearest, escapou coisa nenhuma; era só para o ler a resmungar...
'joquitas... ;)
'singela' feijoada?!
Pois...

ai! nós por aqui no 'conversê' e eu sem mencionar o magnífico (mais um) 'post' do anfitrião, que ainda vem por aí de vassoura em punho: "XÔ, passarada!"...

Marie Tourvel disse...

Mais uma vez um labirinto. Mais uma vez um post lindo. :)

Beijinho

Paulo Cunha Porto disse...

Esta merece resposta à parte: HÁ UM AMIGO MEU QUE APANHOU UM GRANDE SUSTO, MAS DEVE ESTAR AGORA MUITA BEM DISPOSTINHO.
Abraço de parabéns

Paulo Cunha Porto disse...

Querida Margarida,
afinal, Azul por fora, mas Verde por dentro! Eu gostava de ter essa coragem, simto a minha consciência muito má quando como carne...

Querida Once, leve tudo, a Casa é Sua.
Grato pelo apreço

Querida Ka,
Borges vao sempre mais do que bem!
Quando as Meninas vierem a Lisboa, verão minhas Convidadas num restaurante vegetariano óptimo que eu cá sei.

Meu Caro João,
vou ver, de imediato.

Querida Margarida,
ora, então com esses apelos ao dente ainda dá por este monte (e monturo) de letras?

Querida Marie,
como este refere o Tempo, era para ver se ficava por cá, perdendo a conta do dito...
Beijinhos e abraço

Ka disse...

Caríssimo,

E os parabéns para as meninas, não há?????

Ai que ficamos amuadas, não é Margarida????


Beijinhos

Ka disse...

Ahhhhh e quanto aos vegetarianos nem pense!!!

Restrições e contenções alimentares é só mesmo durante a semana....

JúliaML disse...

eu levo esta, iluminado amigo:

"o receio é o princípio de todos os apagamentos, que nos deixa mortos, sem notificação formal."


bem querer!

ana v. disse...

Mas o que vem a ser esta bela cavaqueira aqui no Muro, perdão, no Duro, e eu a trabalhar que nem uma moura "derivado" a não ser uma burguesa rica??? Não está bem...

O que é que lhe aconteceu, Mialgia, caíu do cavalo? Espero que a feijoada tenha atenuado o traumatismo, mê rico menino...

Margarida, deixe lá as maçãs para as Evas... o resultado disso é o Paulo fazer-lhe convites para restaurantes vegetarianos, vê?? Eu é que não caio nessa...

Sabes que gosto sempre de ler-te, Paulinho, mas tu tens uma produção que o meu tempo de ócio não acompanha!

Beijos a todos :-)

Mialgia de Esforço disse...

Paulo,

Safei-me do traumatismo "derivado" ao querer. É que isto de jogar com menos 2, tem que se lhe diga. Mas acho que foi justo. Vai ser a sofrer até ao fim.
Aquele Rodriguez saiu-me cá um barrete. É no que dá ter feito o tirocínio em equipas menores...

Ana,

Cá o herói nunca cai, mas esteve perto.
Então a menina passa um fim-de-semana no Alentejo e volta com o sotaque? "Derivado" do "conbíbio", aposto?

Abraço e beijo.

JúliaML disse...

e eu que tenho dificuldade em me concentrar à noite, acabo por o ler em diagonal...depois volto a reler e acabo por tresler, já o "quimbóio" passou.

Ana, até me acordaste com tanta energia!!!

JúliaML disse...

e eu que tenho dificuldade em me concentrar à noite, acabo por o ler em diagonal...depois volto a reler e acabo por tresler, já o "quimbóio" passou.

Ana, até me acordaste com tanta energia!!!

ana v. disse...

Pois é, Mialgia, o sotaque dos alentejanos tem o dom de se pegar num instante, "derivado" a eu gostar tanto deles!
E ainda bem que está inteiro (salvo seja...), já percebi que o traumatismo é "derivado" às futebolices... antes isso, antes isso. :-)

Paulo Cunha Porto disse...

Qherda Ka, considere-os dados. Mas como só o Mialgia referiu a saúde
em perigo...
Pronto, pronto, pensei que tivessem feito voto de Herbívoras, já cá não está quem falou!

Querida Júlia, sirva-Se!
E a Menina nunca treslê, toda a Sua descidificação enriquece.

Sim, Caro Mialgia, aquele clube francês de onde veio não lhe ensinou grande coisa, além do país Natal. Claro que em grandes equipas as deficiências passam despercebidas...
Ainda bem que se safaram. Mas estes bolos nos prolongamentos deixam-nos exaustos!

Querida Ana,
bondade Tua. E estranhei não ver uns ii nos finais das palavras terminadas em "e".
Mas olha que há vegetarianos que valem a pena. Conheces o Oriental, ao Chiado?
Beijinho

Mialgia de Esforço disse...

É tudo isso, caro Paulo, e mais. Será que se pode devolver o rapaz à procedência?
Bom, pode dizer-se que saímos dos cuidados intensivos, mas ainda estamos sob rigorosa observação médica.

Boa sorte para logo!

Abraço.

Paulo Cunha Porto disse...

Obrigado pelo voto, Caro Mialgia. Mas, se refere a procedência imediata, o alvitre não pode proceder: temos de parar com a tentação de apear Reyes! Está tudo muito bem como vai estando...
Abraço

Ka disse...

Caríssimo Paulo,

Noto que os seus artigos futebolísticos apenas se centram nas derrotas dragonianas...e então as vitórias do Sporting e do Porto nas Competições europeias????

Ai que ainda fazemos uma comissão de amuo perante tal indiferença às nossas conquistaas (afinal estavam as duas equipas a representar portugal :) )

Saudações completamente portistas !!!!

Paulo Cunha Porto disse...

Indierença! Pois voi rejubilando nos comentários...
Agora, posts só para o Glorioso, não quero ser apanhado com camisolas de outros xcles durante o tempo de jogo.
Beijinho, Querida Ka