terça-feira, 11 de novembro de 2008

A Lei da Compensação

Não sei se é mais esfarrapada a desculpa, ou infeliz a redacção da sentença. O cirurgião romeno que procedeu a este indesejado corte radical alega que o fez determinado por um AVC. Normalmente estes acidentes entravam os movimentos, não os incrementam, para mais com tamanha precisão. Mas não discuto, não sou versado em conhecimentos de fisiologia que me permitam opinar com segurança. Parece-me francamente desastrada é a decisão, que não posso classificar de douta. O Justo seria, além da obrigação indemnizar, recorrer à pena de talião. Os autores da castração de Abelardo, na França medieval, viram arrancar-lhes os olhos, além dos ditos, antes de serem mandados pelo carrasco para o Inferno. Neste caso, imaginando a inexistência de dolo, a castração química bastaria, para servir de exemplo e infundir cautelas, no Futuro. Mas o pior é a fundamentação: compensar ao máximo?! Melhor iria compensar ao mínimo!!! A menos que os Meritíssimos Juízes de Bucareste se hajam impregnado do espírito do tempo, o qual, em momento de crise, preza mais uma maquia no bolso do que a própria integridade.

10 comentários:

Mialgia de Esforço disse...

Vai desculpar-me, Caro Paulo. O seu texto, como sempre, é excelente. Mas neste caso a imagem vale mil palavras :))))

Abraço.

Ka disse...

looooooool

Divinal este texto!!! De facto é extraordinário este novo tipo de avc's qur propiciam actividades tão..."cortantes"! Quanto à multa como compensação... sem palavras...

Acho que nestes casos deveria haver quase um "olho por olho" e pelo menos o médico sofrer uma castraçãozita química ou qualquer coisa do género...acho que nunca mais nenhum médico cometeria o mesmo erro!

Patti disse...

Olhe que a muita gente davam cá um jeito uns 'avczitos' desses!

O erro da amputação é que me deixa curiosa...

cs disse...

AVC???????AVC?????????????

Margarida Pereira disse...

Nem isto me faz rir...

Mialgia de Esforço disse...

What's up, Doc?

Anónimo disse...

it seems to me that you want to get deeply hurt mate...one of these days, you will get what you are barging for...wait and see.

T.

Paulo Cunha Porto disse...

Meu Caro Mialgia,
realmente, achei-a... sugestiva.

Querida Ka,
é, estes AVC´s são cirúrgicos no mais lídimo sentido do termo. E o remédio radical parece-me a melhor maneira de tratar o crime, mesmo que por uma negligência que só pode ser considerada grosseira.

Querida Patti,
Então não dava? De cada vez que se argolasse, lá estava a incapacidade acidental a safar de responsabilidades. Com efeito, o que se quereria cortar?

Querida CS,
em vez de AVê Cê, mais "A Ver Se"... pega!

Querida Margarida,
após a tempestade vem a bonança.

Meu Caro Mialgia,
foi o que a Enfermeira perguntou ao cirurgião?

T,
concordo, esse era o conteúdo desejado na sentença ideal que sancionasse este horrendo engano... mas conviria fixar a data, já se vê.
Beijinhos e abraços

Mialgia de Esforço disse...

Caro Paulo,

També se aplicava à extracção em apreço ;-), mas neste caso a pergunta era para a Margarida. Mas ela não me ligou pevide.

Abraço.

Paulo Cunha Porto disse...

Ela está tristinha comigo, porque ainda não Lhe enviei uma coisa que prometi. Mas, se tardo, não falto.
Abraço, Meu Caro mialgia