quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

O Xis da Questão

Publica-se como se novidade fosse, a certeza de que os homens preferem o cabelo mais comprido nos penteados femininos. Vontade de se perderem no matagal sinedoqueano, alvitrarão alguns. Outros, mais avisados, reconhecerão que o Factor X, a atracção acrescentada pela trunfa ao Belo Sexo, está directamente ligado à velha tradição de emoldurar as obras de arte, não sendo excepção um belo rosto, carecido da armação que o rodeie.
Não obstante, há uma explicação mais enraizada no íntimo da masculinidade: o Mito de Rapunzel, a que estendia as tranças para a escalada do amado (com minúscula, que as do Ministro são outras), tem o condão de induzir uma imagem de acessibilidade acrescida, consoante o comprimento da grenha...

6 comentários:

fugidia disse...

Também pode ser visto como mais uma "base de apoio" aquando de... hum... hã... pois, isso!
:-)))

LADY-BIRD, ANTITABÁGIKA, FÃ DO JOMI LOL E JÁ AGORA DO NOSSO AMIGO ANTI-TECNOLOGIAS: MARCHANTE (se não existisse tinham que o inventar) disse...

Epá, mas o que é que para aqui vai...lol... Paulo e Fugidia... bea dupla vossas excelências fazem...um diz:"Mata!" e o outro diz "Esfola!"...lol

Uma mulher com cabelos compridos, tem o seu encanto... veja as ciganas...normalmente podem estar todas porcas do cabelo todo para baixo que só se repara que têm lindos cabelos longos...lol
Não, mas eu concordo que uma mulher com o cabelo comprido seja mais sensual (Não por estas razões, ma estou com o meu já com um considerável comprimento,porque odeio cortar o cabelo... não se trata de quetões de limpeza, já que o lavo todos dias... estou a ver se me torno a Sansona (sei lá, lol o feminino do Sansão)...Não, eu gosto de ter o cabelo comprido, mas não é para andar a esvoaçar o tempo inteiro cada ocasião tem o seu penteado...não somos selvagens... ou será que somos?
lloll

Beijinho

ariel disse...

Querido Paulo pois essa explicação do tal mito de relacionar a indução de uma imagem de acessibilidade acrescida, consoante o comprimento da grenha, deixa-me deveras meditabunda...:))) deve ser essa a causa do sucesso das extensões.

beijinho

Safira disse...

Protesto contra esses mitos dos cabelos longos. Bem se vê que nao fazem ideia de quanto tempo leva a secar ao ar meio metro de cabelo!
E os custos em condicionador? E as tendinites para fazer um simples brushing?
Ah pois é...


Beijinho
Safira, MPCPO (Movimento pelos cabelos pelos ombros)

Luísa disse...

Também não desgosto do cabelo comprido em homens (ou em rapazes)… Mas nunca tinha pensado nessa teoria das acessibilidades, porque sei que o aprecio pela imagem que dá de uma certa rebeldia. Mas é um facto que a rebeldia nos homens – como nas mulheres – anda geralmente associada a maiores acessibilidades. ;-D

Paulo Cunha Porto disse...

Uma base de apoio? bem essa parece-me de deitar as mãos aos cabelos, Querida Fugi!

Querida Lady Bird,
por acaso já fui mais fã das gaforinas exarcebadas. Acho que fique traumatizado desde que Alguém se entretinha a tapar o rosto, puxando para a frente essas pilosidades de engorda, para se divertir à minha custa...

Querida Ariel,
pois, pois deve. E, se reparar, são tão falsas como certas inaugurações de vias de comunicação, noutro sentido...

Querida Safira,
Oh Alma Gémea! Pelos ombros é precisamente como, hoje em dia, gosto de ver as Senhoras. Para onde é que envio o contributo para esse Movimento Cívico?

Querida Luísa,
já sabia pelo Seu comentário à cabeleira de um moçoilo postado creio que pela Fugi, da benevolência com que alimenta higienes deficitárias desse género em certos rapagões (não ligue, é a inveja de quem teve e já não tem).
Quanto à dúvida de fundo, parece-me, neste campo, ser evidente a preferência pelas vias rápidas. O que tem efeitos correspondentes no comprimento abordado.
Beijinhos