terça-feira, 9 de dezembro de 2008

Difícil de Engolir

Há já alguns anos, ouvi o Escritor Espanhol António Escohotado defender que o Viagra tinha sido a libertação do Homem, como a pílula contraceptiva fora a da Mulher, porque antes andávamos trinta ou quarenta anos a aprender a fazer amor e, quando, finalmente, sabíamos, não podíamos. Não conseguiu este entendimento comover a Senhora Italiana que recusou o débito conjugal, mesmo perante o voluntarismo dopante do Marido. Assim sendo, apetecia-me oferecer-lhe, até para o compensar do gasto na caixa de comprimidinhos azuis, um exemplar de «La Liberté Pour Quoi-Faire?», de Bernanos, tornado tão candente no Sexo como na Política.
Sobretudo não me venham é com a desculpa da idade. Provo graficamente por a + b que, mesmo em estratos avançados nela, há quem não prescinda de correr atrás do tigre...

13 comentários:

JúliaML disse...

:-))

ainda não parei de rir

outra coisa, Don Paulo, como sabe que s comprimios são azuis? :-P

Paulo Cunha Porto disse...

É o cognome deles, Querida Júlia, toda a gente se lhes refere assim. Nada de insinuações, a minha relação mais próxima com eles é terem patrocinado o marcador do meu primeiro blogue.
Beijinho

JúliaML disse...

longe de mim pensar outra coisa , querido Paulo LOL

beijo!

Mialgia de Esforço disse...

A minha solidariedade para o pobre ançião. Preparou-se para dar seu melhor e acaba "dentro". Não se faz!

Abraço.

ariel disse...

Querido Paulo, dou razão à senhora, que isto de levar com um octagenário em cima... :))) arranjem-lhe um mocinho mais novo a ver se ela não se interessará em analisar o assunto...:)

beijinho

Luísa disse...

Meu caro Paulo, adoraria conhecer a sua «prova gráfica por a + b», mas prescindo já dela porque confio no seu conhecimento. E ainda bem que a distância o inibe da oferta do livrinho. O casal parece já ter problemas que cheguem, de que não será o menor a compreensível resistência da senhora a entusiasmos artificialmente induzidos.

Patti disse...

Coitadinha da senhora, ter agora provas de performance depois de velha!

Paulo Cunha Porto disse...

Meu Caro Mialgia,
em bom rigor, ele também queria acabar dentro...
A desconformidade ao desejo mais parece enfileirar naqueles pedidos incompetentes aos génios das lâmpadas...

Querida Ariel,
esse parecer-me-ia um caso de polícia, mas por razões completamente diversas. A pedofilia resulta da compração das idades, ou não?

Querida Luísa,
ora, ora, por essas idades o Viagra é como uma camisa de noite mais sexy, nem se pode falar em artificialismo. Não é a altura em que se começa a confundir tudo?

Pronto, Patti,
acaba de deitar por terra o ditado de que "mais vale tarde do que nunca"!
Beijinhos e abraço

Patti disse...

Neste caso, totalmente.
Credo, não me faltava mais nada na minha velhice, do que ver um senhor de bengala e de dentatadura falsa a correr atrás de mim, a 3km/h!

Paulo Cunha Porto disse...

3 Km à Hira? Não subestime o Viagra!
Beijinho, Querida Patti

fugidia disse...

lol
não sei de quem tenho mais pena, se dele, se dela :-)
Dele, sem dúvida; afinal, devia estar... hã... pois... entusiasmado, e deve ter sido cá um balde de água fria...
Dela também: afinal, com tanto rapazito jeitoso lá pelo esconderijo, à sexta-feira, quem quer um morto-vivo?
:-)))))

Mike disse...

Começa com a desculpa das dores de cabeça e acaba com a da paixão e preocupação com a saúde. Ao que estamos reservados...
Abraço.

Paulo Cunha Porto disse...

Querida Fugi,
Pensasse nisso cinquenta anos antes. Não tenho piedade.

É bem suspeito de projecção, esse mecanismo, Meu Caro mike.
Beijinho e abraço