domingo, 7 de dezembro de 2008

Nem Tudo o Que Lúcia é Lorio?

Castidade, de Virgilius NarcisAs Feministas, como sempre, confundem tudo: acham que esta lingerie com GPS é um novo cinto de castidade opressor das Mulheres, o que demonstra uma ingenuidade assombrosa: a de acreditar que informações sobre a localização sejam condicionantes da liberdade sexual. Muito mais forte me pareceria a objecção contra o fim que a estilista Lúcia Lorio sugere para a sua criação. É que, sabedores da existência deste mecanismo acrescentado ao vestuário íntimo, os raptores não perderão tempo a dele despojar as suas vítimas. E esta preocupação de eficácia não é um incentivo à violação?

8 comentários:

LADY-BIRD, ANTITABÁGIKA, FÃ DO JOMI LOL E JÁ AGORA DO NOSSO AMIGO ANTI-TECNOLOGIAS: MARCHANTE (se não existisse tinham que o inventar) disse...

Olá Paulo!
Quanto às femininistas, não há palavras para tremenda barbaridade... "que é que tem a ver o cu com as calças"? (nunca o empreguei tão bem...)

Esta lingerie não faz qualquer sentido...já não sabem o que inventar...
lol
tem razão, assim eles iam lá direitinhos... esta gente às vezes parece que não pensa...

Beijinhos

Gi disse...

Pois eu, a 26 de Outubro, falei dessa Lingerie; provavelemente pensam que GPS significa Ganhei-te Para Sempre ...pois sim!

Patti disse...

Eu só não percebo, onde vão colocar o GPS na nossa lingerie, já tão reduzida.

Pelo menos os boxers dos homens têm mais pano e eles também costumam ser raptados, ou não?

marie tourvel disse...

Tanta lingerie bonita e fazem essa coisa feia? Tsc Tsc. :))))

Beijo!

ariel disse...

Querido Paulo, o mundo do fetichismo é um maná... tenho para mim que a coisa deve ser um tanto desconfortável, mas ele há gostos para tudo...:))

ana v. disse...

Só faltava esta...
Mais delirante ainda é a sugestão de usar o soutien como máscara anti-gás! Tecnologia digna do James Bond... :-)

Safira disse...

Se me disserem que o GPS é activado pela mulher, em caso de perigo, e o sinal enviado para uma esquadra de polícia (e não para um marido inseguro), até não acho mal. Falha-me, contudo, a parte prática da coisa: manda-se limpar a seco a tanguinha, é isso?
Beijinhos

Paulo Cunha Porto disse...

Querida Lady Bird,
poooois, aparentemente elas são umas optimistas que acham que se os maridos souberem onde estão, tal será suficiente para retrair as portadoras do aparelhómetro...
A coisa explica-se como uma má-vontade já expressa superiormente contra os sutiãs...

Querida Gi,
ahahaha, essa é bem vista. Numa descrição menos teleológica, talvez "graves passos seguidos"... Mas é delírio igual.

Querida Patti,
mas nesses casos há um poderoso emissor que pode inundar o sistema!

Querida Marie,
eu cá penso que pode ser uma tentativa inconsciente de sublinhar a beleza interior. Ooooops!

Querida Ariel,
e imagine as trocas entre amigas cúmplices em démarches de despistagem!

Querida Ana,
fazem de tudo ao pobre objecto para lhe retirar a função... Dantes era com o fogo, agora caça-se com o fumo...

Ai, Querida Safira,
Considerando a quantidade de lavandarias pertencentes a oriundos do Paquistão, não sei se não se estará a entregar o ouro ao bandido.
Sem falar no papel perturbador de outros acessórios, em certos dias...
Beijinhos