terça-feira, 9 de dezembro de 2008

Na Tradição dos Gangsters

Há quem esteja ainda pior do que nós. No Estado do Illinois, cuja principal cidade é essa Chicago de celebérrimas criminais reminiscências, foi levado sob custódia policial o Governador Rod Blagoyevich, acusado de tentar vender a vaga senatorial do Presidente Eleito Obama, sendo a contrapartida procurada um emprego regiamente pago para si e outro para a sua Mulher. Acompanho a carreira deste político desde que era Congressista e é daqueles em que não me surpreende nem um pouquinho um desenvolvimento destes. É, aliás, um fado do homestate de Lincoln, o antecessor do detido, George Ryan, do partido contrário, que na Europa passa por herói em razão de ter imposto uma moratória às execuções das sentenças de morte, passeia-se hoje por uma penitenciária, acorrentado, devido a condenações por corrupção, remontando ao tempo em que era Secretário de Estado.
Quanto ao novo preso, já havia fortes indícios de ligação comprometedora a um outro condenado, Rezko, um próximo de Obama, sendo que a sua taxa aprovação era a mais baixa entre os 50 Governadores: 15%. Nem tudo é límpido, porém, naquele sistema, adequado ao País em que está, mas exalando problemas de parcialidade por todos os poros - o Acusador que dirigiu a investigação e a acção policial tem, confessadamente, ambições fortes a candidatar-se ao cargo do alegado corrupto.
E que eu mal pergunte, se uma das posições que o voraz político propunha como moeda de troca era um posto na nova Administração, como sai, sem ser chamuscado, o Gabinete de Transição do futuro senhor da Casa Branca? Ou a proposta foi feita a algum fantasma?

5 comentários:

Gi disse...

Em todo o lado, desde que o Mundo é Mundo, sempre houve trampa (desculpe-me o termo);
A diferença no Mundo é como se lida com a trampa, uma vez encontrada.
Nós por cá ... tudo mal!

Paulo Cunha Porto disse...

Muita razão, Querida Gi. Apesar de as Magistraturas cá serem independentes e carreiras específicas, não mais uns cargos políticos, ao menos no plano teórico, tudo acaba por ficar em águas de bacalhau, ou pelos expedientes das defesas, ou pela morosidade dos processos, ou pelos encobrimentos do poleiro.
Beijinho

ariel disse...

Querido Paulo gentinha desta é um nojo, e há em muito maior quantidade do que gostariamos de acreditar. Parece que lá pelo Illinois os casos têm-se sucedido independentemente de "tendências" partidárias, deve ser o efeito Al Capone...

beijinhos

Mialgia de Esforço disse...

Mais um rombo na Obamania. E ainda não tomou posse. Isto está a ficar bonito!

Abraço.

Paulo Cunha Porto disse...

Querida Ariel,
é, essa coisa deve pegar-se. Lá pegajosa não tem dúvida de que é.
À cautela, não me mudarei para o Illinois...

Meu Caro Mialgia,
e já há quem se atire ao Chief of Staff escolhido por ele. Devo dizer que o Sr. Emmanuel (também do Illinois, o Estado está com a malapata) me parece mui pouco digno de confiança, mas por motivos diversos - ser um manobrador encartado, não creio que chegue ao primarismo desta venalidade.
Beijinho e abraço