quarta-feira, 29 de outubro de 2008

A Verdadeira Call Girl

Já que dá pelo nome artístico de Le Call. Ao contemplá-la, fiquei a gostar ainda mais de Jack London, pois percebi-lhe o reconhecimento na minha pessoa do prestígio da liberdade selvagem: «The Call of The Wild», lembram-se? Wishful thinking, claro. E depois?

21 comentários:

fugidia disse...

Mas agora também temos "quarta-feiras"?!?!?!
Humpfrrrtt!
:-p

Paulo Cunha Porto disse...

Aqui passa a ser rotativo, Querida Fugi, quero ver as Leitoras a fazerem contas á vida...
Beijinho

tsantos disse...

Já vi que as sextas-feiras são quando um Homem (neste caso, o nosso Caríssimo Paulo) quer...

;-)

Mialgia de Esforço disse...

Tst, tst! A foto não faz justiça à pequena. Que maldade! Mais parece uma figurante saída de uma fita porno dos anos 80.

Paulo Cunha Porto disse...

É a libertação do calendário, Meu Caro TSantos.

Mesmo com esta distãncia de focagem e mediação trapística, Caríssimo Mialgia? Mas talvez me tenha deixado entusiasmar pelas botas...
Abraços

ariel disse...

Querido Paulo, será que esta entrada em força no Outono o está a deprimir? A mocinha parece um cabide... então estive eu a fazer um escareceu do outro mundo para o menino dar asas à sua expressividade, e agora sai-se com isto... :) mas ali o amigo mialgia
que parece conhece-la, talvez lhe possa enviar uma foto mais expressiva a benefício de todos nós..:)

Luísa disse...

Já vi, Paulo, que «O Duro das Lamentações» vai ser um sobressalto permanente. Quanto à escolha, não duvido de que foi motivada pelas botas, que parecem ser de qualidade. ;-D

Ka disse...

E depois a visão desta mocinha fez com que até desse um erro ortográfico meu caro Paulo (coisa rara em si :P )

Beijinho

Paulo Cunha Porto disse...

Querida Ariel,
cabide? Vejamos, sinto uma urgente necessidade de melhorar a qualidade da suspensão da minha roupa! (Peço-Lhe a caridade de não tomar a escolha do vocábulo arrumador de trapos como tendo sido tomada de ânimo leve...).

Querida Luísa,
será moral atentarmos exclusivamente em revestimentos, desmerecendo a estrutura? Tudo pode desabar, parece-me...

Querida Ka, a falta de um "u" em "fiquei"? Uma falha de digitação, penso que muito mais desculpável do que a que pudesse ter lugar sobre o tema, sem intermediação do teclado...
Beijinhos

Mialgia de Esforço disse...

Cara Ariel,

Não conheço a pequena, mas as suas imagens são do domínio público (honi soit...), aqui:

http://images.google.pt/images?hl=pt-PT&q=le%20call&um=1&ie=UTF-8&sa=N&tab=wi

O Paulo é que se atrapalhou por causa das botas. Um qualquer fetiche, quem sabe?

Paulo Cunha Porto disse...

Quê, então o Amigo Mialgia ainda não tinha topado com a minha irremediável condição de fetichista de botas femininas? Toda a Gente a conhece, nesta blogosfera pátria...
Abraço

Mialgia de Esforço disse...

É que eu sou novo nestas andanças blogoesféricas, caro Paulo. Bear with me (em Babel Fish, Urso comigo)!

Este Babel Fish foi cá uma descoberta! Vai ter que me aturar!

Abraço.

tsantos disse...

"É a libertação do calendário..."

Ah, pois, eu cá sou totalmente a favor das libertações, especialmente desta! ;-)

Ab

mike disse...

De repente não me lembro de nada, caro Paulo. Elogio-Te a iniciativa com um conteúdo de cultura geral às quartas-feiras. Um (bom) bocado magricela a Le Call. Pede-se que ganhe corpo até sexta... Achas que L(h)e call?
Abraço.

ana v. disse...

Ora, de wild só lhe vejo as botas... e com muito boa vontade, embora concorde com a Luísa em que é a única coisa que ali vale a pena.

Mas já vi que vai haver roleta de sextas-feiras por aqui. Esperemos que seja russa, e que elas vão desaparecendo, uma a uma... :-)

ariel disse...

Caro mialgia, muito obrigada, fiquei esclarecida :)

Querido Paulo, está pois provado que quem vê caras (fetiches) não vê corações... eheheh

beijinho

Paulo Cunha Porto disse...

Meu Caro Mialgia,
adoro a Sua conversão em Babelfishês. Quem sabe, não estará aí o novo Esperanto?

Meu Caro TSantos,
é uma ignomínia, termos, até agora, vivido sob uma opressão de Sexta!

Acho que sim, Caríssimo Mike. E assim ganharia um sentido diverso do da reprimenda do Rei de Espanha ao dirigente bolivarista, a frase que eu Te dirigisse "Por que não Te Callas?".

Querida Ana,
imaginativa maneira de dizer que a Piquena tem um ar doce!
E quanto a roleta russa, os Teus desejos são ordens!

Então porquê, Querida Ariel, acha que a minha fisionomia condiz mais com sandálias? Bem sei que é naturalmente aberta, mas mesmo assim...
Beijinhos e abraços

fugidia disse...

Bahhh!
E não é que temos de aguentar esta roleta russa?
Mas pode ser que a Ana tenha razão e que elas se vão matando umas às outras...
:-D

Paulo Cunha Porto disse...

Querida Fugi,
veja a verdadeira roleta russa, um pouco acima...
Beijinho

Rudolfo Moreira disse...

O mal dela é ser demasiado modesta porque a arrogância é benéfica às pin ups.

Paulo Cunha Porto disse...

Mas, Caro Rudolfo, as Fontes de Virtude nunca são compreendidas!
Ab.