quinta-feira, 30 de outubro de 2008

How Very Typical!

Nestas coisas da Semântica, apesar de o Futebol encerrar como que um microclima, procuro sempre ter a humildade de estudar mais e de conceder uma certa Autoridade a Homens que até são Professores, como o treinador do Porto, Jesualdo Ferreira. Posto este preâmbulo, tenho de confessar o quão perplexo me senti com as declarações fresquinhas sobre terem sido atípicos os golos sofridos pelo futebol Clube do Porto, no presente campeonato. Tento esmiuçar a coisa e chego a quê? Que esta atipicidade quer dizer "de bola parada". Mas então, não há muitos golos marcados assim? Há. Em que são, pois, incaracterísticos? As diversas penalidades não fazem parte do jogo, às dezenas? Fazem. Atípico, portanto, como sinónimo de não ser costume assinalar muitas contra aquele emblema? Nada, geraria suspeição dizer que os árbitros poupam a própria equipa e poderia ocasionar rigores no futuro imediato.
Abalancei-me, angustiado, ao dicionário. E no verbete correspondente vejo que se diz atípico do fenómeno das febres intermitentes cujos acessos não têm regularidade. Era só um exercício de optimismo, o responsável queria dizer que o estado de coisas actual não se vai prolongar inalteradamente. O pior é que, até agora, já vai havendo uma consistência ininterrupta. Mas o sonho comanda a vida.
Assim se fala em bom Português.

24 comentários:

fugidia disse...

lol lol lol
(gargalhada nada atípica :-p)

Vivó Benfica!
:-)))

Paulo Cunha Porto disse...

Queida Fugidia, viva! Sempre. Mas o espírito do post era ecuménico, ou, se preferir, na perspectiva de activar o diálogo Norte-Sul, para o qual é indispensável um idioma unívoco.
Beijinho

mike disse...

Hum... mas não é atípico os torcedores de um certo clube lisboeta que tem uma ave como animal de estimação começarem com sorrisos mesmo sem terem ganho nada.
Um típico abraço desportivo.

Paulo Cunha Porto disse...

Caro Mike,
Candeia que vai à (Vossa) frente...
Abraço

Mialgia de Esforço disse...

Bom, o Paulo já o disse, chame-me pretencioso se quiser, mas este postal é-me dedicado. Agradecido!

As declarações do Jesualdo ouvia-as há pouco na TV e são as que qualquer treinador na sua posição proferiria. Em futebolês chama-se sacudir a pressão. Aqui para nós, ele que se deixe de experiências e faça isto: Helton na baliza, arranje um defesa esquerdo mínimamente competente em Janeiro, ponha o Fucile à direita (já que o outro não corre e tem medo de ir à linha. Será medo do comboio?) e volte a colocar o P. Emanuel ao centro. Concedo que vai ser complicado voltarmos a ganhar com 20 pontos de avanço, mas se for com 1 ou 2 pontos também serve. Sempre cria nos adversários a ilusão de que deram luta.

E as penalidades? Pergunta bem e eu respondo-lhe com todo o gosto. Meu caro, não se fie no vox populi e aceite os factos. Aqui estão:

http://portistasdebancada.blogspot.com/

Veja a barra lateral direita, sff. Este blog tem um bónus: um postal dedicado ao Belzebu da Luz :-)

Se quiser ver a tabela completa, está aqui:

http://i211.photobucket.com/albums/bb267/Zirtaev/PenaltiesTabelaGeral_21-05-2008.jpg

Pronto. Mais um mito que se foi pelo cano.

Abraço.

Ka disse...

hmmm já vi que o Paulo quer festa...:P

Já cá volto para responder devidamente :)

ps - a classificação de pimenta na língua está muito bem atribuída, vamos ver é a quem arde!!

Ka disse...

De volta e desde já me incluo no lote dos visados deste post ficando apenas a faltar o Carlos Barbosa de Oliveira que com toda a certeza comentará ao seu mais alto nível :)

Como o Mialgia já disse quase tudo eu faço apenas um acrescento: falta-nos um bom lateral, que centre decentemente. E já agora o Hulk começar a ser um bocado menos individualista também dava jeito!



Saudações portitas meus caros :D

ps - e já que tem a classificação de pimenta na língua não resisto a comentar que nós podemos ter um treinador que não seja bem sucedido, mas já ajudamos muitos a serem bons treinadores e a ganharem títulos. Clubes á emq ue chegam treinadores que ficam ligeiramente...adulterados e deixam de ganhar o que quer que seja ...

ana v. disse...

O que eu gostava era de poder dizer que é atípico este entusiasmo todo com uma bola! Mas nada feito... é very typical, indeed.

tsantos disse...

Atípico é o FCP continuar com aquele treinador...

Mialgia de Esforço disse...

Ana, bolawise até que me tenho portado bem. Mas o Paulo não deixa. Provoca e agora lançou umas - para citar um ex-presidente da agremiação encarnada, um senhor que agora reside em Knightsbridge - "atordoadas". É o que faz ganhar um joguito de vez em quando.

ana v. disse...

"Atordoadas"?? Essa não conhecia... tenho que reconhecer que o futebol é uma fonte inesgotável de piadas delirantes, lá isso é verdade. Mas esse tal senhor tinha obrigação de não dizer uma dessas, que até me deixa "atordoada" (confesso que em parte é de inveja pela casinha em Knightsbridge, mesmo com rendas em atraso!)

ariel disse...

Aahahah! ele tem razão Paulo, até a própria arbitragem no jogo com o Leixões também só validou ou tais golos atípicos ,visto que quando se tratou de um típico golo limpo foi logo anulado...

BIBÓ BENFICA!:)

Luísa disse...

…… (silêncio verde) ……

Once disse...

associo-me à Luísa .. silenciosamente green ;)

Pedro Barbosa Pinto disse...

Jesualdo Ferreira poderá explicar que usou ‘atípico’ na sua forma adverbial usada na estatística - média aritmética de uma distribuição de frequência quando o seu valor se afasta muito do valor tipo – mas, como professor, sabe muito bem que teria que dizer ‘o número atípico de golos sofridos’.
Ao adjectivar ‘golos’ como ‘atípicos’, parece-me que ele quis dizer que os golos foram ‘irregulares’, o que me parece mais condizente com o carácter que mostrou quando se mudou do Boavista para o FC Porto.

Anónimo disse...

Olha que não, meu Caro Paulo.
O Professor - que ainda não é um grande treinador, apesar de ir já na 3ª época no FCP (é um mistério) - deveria ter dito que não foi visto nem achado na escolha dos 11 "reforços" para esta época. E, a maior parte deles, que seriam titulares indiscutíveis nos "rivais", não têm classe para vestir aquela camisola.
Isto teve uma consequência imediata, para virem aqueles 11, outros tiveram que partir. E, entre estes estão grandes jogadores, como o Alan, Cláudio, Vieirinha, Bruno Gama, Ibson, Paulo Machado ... etc, que podiam e deviam fazer parte do plantel.
Mas, e também, o que o Prof. quis dizer é que o SCP vai uma vez à baliza dos ucranianos e faz um golo, o SLB, é massacrado em grande parte do jogo, na Alemanha, vai duas ou três vezes À baliza e marca 1 golo (isto não é eficácia, é outra coisa). O Kiev vai uma vez - só uma - à baliza do FCP e marca um golo.
É claro que são as contingências do jogo, mas também é claro que isto nem sempre se vai repetir.
Mas, e definitivamente, o que o Prof. queria dizer é que o FCP, mesmo com a equipa actual, tem a obrigação de passar por cima disso, tem a obrigação de ganhar, porque é melhor. Internamente é uma evidência, na Champions, tem a obrigação de estar entre os 8 melhores.
Olha que, e citando o treinador do SLB, os jogadores do FCP não precisam de biberon.
Era isto, mais coisa menos coisa, que o Prof. deveria ter dito.
Um abraço.
Fernando Carvalho

Paulo Cunha Porto disse...

Bem, Meu Caro Mialgia,
isto de não falar em penalties por assinalar, favorecendo o SLB, i do Ruben Amorim na última, o de Nápoles, etc. e tal...
Esto inteiramente de acordo em que o Pedro Emanuel, por patudo que seja, afasta muito mais bolas do que com outras combinações. E sou mais duro do que o Meu Amigo, ambos os laterais devem ser substituídos. Defendi isso mesmo em "Casa" do Carlos Barbosa de Oliveira.
Mas o problema era de língua. E não encontrei outra solução para a atipicidade...

Querida Ka,
estou a ver é que se gera uma reacção... típicanos meus Amigos Portistas! Vá, prefiram o Porto que não engana, o Paulo Cunha, em vez do Futebol Clube...
Quanto ao importante acrescento dos técnicos, o saudoso Mário Wulson celebrizou-se por dizer que qualquer treinador que arribasse a cert Clube se arriscava a ser campeão... Olha, mas referia-se ao Glorioso SLB! Azarinho!

Querida Ana,
sê um pouco Turista e goza a tipicidade, Menina!

Meu Caro TSantos,
ena, a Rtagonagem aterrou toda aqui!
Também acho que ele é fraquito. E olha que sei do que falo, que já o aturei em poiso com mais Luz.

Mialgia e Ana,
mas esse é a maior vergonha que o meu cluge me provocou. As atoardas dele deixam-me tão atordoado que é natural que, observando-me, o homem se haja trocado.

Mais essa, Querida Ariel. Aquele fora de jogo devia calar muitos telhados de vidro. Até porque entrou, outros não se sabe o que dariam...

Querida Luísa,
nunca combinar Verde e Azul, parece que é regra de Moda...
Como a Política deu mau nome ao Vermelho em concubinato com o Verde, sugiro uma ruborização rápida que A devolva à loquacidade.

Mas mais ecologista, suponho, Querida Once. Não me dê mais desgostos.

Meu Caro Pedro barbosa Pinto,
nem me fale, esse episódio triste da transfer~encia foi o responsável pela retirada da Blogosfera do «Velho da Montanha», Que eu tanto prezava e, Boavisteiro fervoroso, não aguentou a provação. O professor ficou muito mal na fotografia, é mais do que certo. E a atitude nas conferências de imprensa pouco ajuda.

Meu Caro Fernando,
concordamos então que ele não terá dito o que devia. Mas da Tua Douta Defesa retiro que o exercício do cargo em que ele aceita estar se tem revelado... atípico! Assim sim, queremos sempre ver nos outros, golos do adversário incluídos, os nossos próprios defeitos!
Beijinhos e abraços

Mialgia de Esforço disse...

Naughty, Naughty, caro Paulo! Se quer falar de penalidades não assinaladas, essa compensou a que não foi assinalada em Matosinhos do Yebda sobre o Wesley! E o fora-de-jogo tirado ao jogador da Naval com o resultado, salvo erro, em 1-1? Era motivo para o Belzebu da Luz entrar em campo e pregar uma beijoca no assistente!
Devolvo-lhe a citação de Chesterton:

"Você atacou a Razão. Isso é má Teologia."

Abraço.

Mialgia de Esforço disse...

Para concluir:

A frase de Mário Wilson data do tempo da Inquisição futebolística. E o Mundo já mudou muito...

PDuarte disse...

muito bom post, ou poste, ou até posta, não sei.
sei que me lembrei de um video que há muito gostava de ter na minha página de devaneios.
um abraço e ainda bem que não perco as sextas do Paulo.

Marie Tourvel disse...

Nada entendo de futebol, mas te faz feliz se eu torcer para o Porto? :)
Beijinho

Once disse...

supõe mal Querido Amigo .. mas quem sou eu para lhe dar desgostos (risos)

:)

Paulo Cunha Porto disse...

Meu Caro Mialgia,
estava, por causa do penalty não assinalado sobre o Ruben...
Por falar em foras de jogo não recorda o do Nuno Gomes, contra esse tal Leixões que trouxe à colação? E a Inquisição, na História como no Futebol, é uma decorrência da Pré-Midernidade, como sabe, não do Período Medievo que me é tão caro em ambos os campos...

Meu Caro PDuarte,
grato, é sempre bom saber que agradamos. Esse vídeo deixou-me curioso...

Querida Marie Tourvel,
Uma Senhora Brasileira que não percebe de Futebol?!
É assim, se for por mim que torce, encantado. Sendo em matéria boleira, faz favor de pôr esse belo esforço a bafejar o Benfica!

Ai, Once! nem o Outono que atravessamos A torna menos derdejante?
Beijinhos e abraços

tsantos disse...

"Nada entendo de futebol, mas te faz feliz se eu torcer para o Porto? :)"

Ah,ah! Parece que não é só o (dito) Glorioso que tem adeptos além-fronteiras!
Boa escolha, Caríssima Marie! ;-)